NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail:

Divulgação - TV Cultura
 
MANCHETES

» 05/01/2019 - 17:16
"Metrópolis" ganha edição especial com Elza Soares neste domingo

Neste domingo (06/01), às 19h30, na TV Cultura, o “Metrópolis” apresenta uma edição especial com Elza Soares. Apresentado por Adriana Couto e Cunha Jr., a atração desvenda as memórias da cantora, o mais recente álbum, a agenda de shows, os prêmios e a sua biografia.  

O Metrópolis relembra diversas passagens de Elza Soares pelo programa, seja pelos palcos do Brasil ou no próprio estúdio da atração. Cunha Jr. destaca a participação da artista com José Miguel Wisnik. “Você estava lançando Do cóccix até o pescoço, que eu acho que das reviravoltas, começou ali, o Wisnik como seu diretor artístico e a sua parceria com ele”, diz. Elza fala o que representou o disco para ela: “eu tenho uma paixão pelo Wisnik muito grande. Por esse compositor paulistano maravilhoso, brasileiro. E um carinho e um respeito por ele, porque ele representa muito para nós”.

Adriana Couto pergunta se Elza tem vontade de cantar algum ritmo ou fazer algo que ainda não fez. “Eu quero cantar tudo que eu puder”, responde. A cantora fala sobre a sua voz e sobre como surgiu seu jeito peculiar de cantar. “Eu carregava água e cada vez que eu pegava uma lata de dez litros ou de 20 litros cheia, para subir até a cabeça, eu dava um gemido. Falei: ‘isso vai dar som’”, frisa.

Elza fala sobre seu disco, Deus é Mulher, produzido por Guilherme Kastrup, que conta com a contribuição de vários nomes femininos, como Tulipa Ruiz, Mariá Portugal, Alice Coutinho e Maria Beraldo. “Eu conversei muito com o Kastrup, que a gente queria mais mulheres. Falar mais das mulheres. Já que Deus é mulher, vamos trazer mulheres para nós”, salienta.

A artista também menciona a biografia Você Soberana, escrita pelo jornalista Zeca Camargo, que passou cerca de dois anos conversando com a cantora para escrever o livro. “O Zeca é tão genial, é tão fabuloso, que a gente falou o tempo todo e eu não chorei. Chorei muito no musical”, diz, ao referir-se ao espetáculo Elza, que revê sua história por meio da encenação de sete atrizes.

No especial do Metrópolis, a cantora também diz quais são as novidades para 2019. “Vem o documentário, vem o filme também, que a Taís Araújo vai fazer a Elza. Tem muita coisa que a gente está sonhando e, dentro dos sonhos, a gente sempre realiza alguma coisa boa”, comenta.

As histórias de Elza Soares são entremeadas por apresentações musicais. No estúdio do Metrópolis, a diva da MPB canta a O que se cala (Douglas Germano), Banho (Tulipa Ruiz), Dentro de cada um (Pedro Loureiro e Luciano Mello), A Carne (Marcelo Yuka, Seu Jorge e Ulisses Cappelletti) e Exú nas escolas (Kiko Dinucci e Edgar).

HOME         MANCHETES        BLOG FABIOTV       CONTATO        PUBLICIDADE

2007 - 2019  fabiotv.com.br - Todos os direitos reservados.