NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail:

Divulgação - TV Brasil
 
MANCHETES

» 13/05/2017 - 20:45
"Ver TV" discute como a mulher é representada na televisão brasileira

A representação feminina na televisão é o mote do programa “Ver TV” deste domingo (14/05), às 22h, na TV Brasil.

A programação das emissoras costuma apresentar um papel repleto de estereótipos para a mulher no intervalo comercial e nas obras de dramaturgia. São imagens que reforçam preconceitos e padrões seja na família ou no mercado de trabalho. Apenas em ocasiões especiais, como o Dia Internacional da Mulher, os noticiários abordam as lutas femininas em todo o mundo e destacam algumas das suas reivindicações.

Para debater o papel feminino na televisão, o apresentador Lalo Leal recebe a jornalista Jacira Melo, diretora do Instituto Patrícia Galvão; Iara Beleli, coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero da Unicamp; a jornalista Djamila Ribeiro, do blog Escritório Feminista, da Revista Carta Capital.

Para a jornalista Jacira Melo, a televisão costuma mostrar uma mulher não representa as mulheres no cotidiano. “O descompasso da TV com o lugar da mulher na vida real é muito sério e muito ruim para formação das novas gerações”, avalia a especialista que completa. “Essa representação da imagem da mulher na televisão mexe com o imaginário de crianças e adolescentes. Você está formando todo um imaginário com símbolos importantes. Só teremos uma visão crítica quando nós tivermos uma diversidade de mídia.”, enfatiza a diretora do Instituto Patrícia Galvão

Responsável pelo Escritório Feminista, blog da Revista Carta Capital, Djamila Ribeiro problematiza a questão de gênero e preconceito racial. “A mulher negra ainda é vista na televisão brasileira como extremamente sexualizada e sempre em papéis específicos. Tem um padrão que eles julgam que é a negra ideal”, explica a jornalista. “Nosso olhar naturaliza e quando na verdade a gente sabe que tem toda uma construção por trás disso”, destaca Djamila.

O Ver TV desta semana também entrevista o sociólogo Cristiano Rodrigues, professor do departamento de ciência política da Universidade Federal da Bahia, onde integra o Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher.

O programa da emissora pública também conversa com a estudante de jornalismo Eugênia Rodrigues, organizadora de um coletivo de mulheres da Faculdade de Comunicação Social da Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

A estudante analisa os estereótipos difundidos na televisão, a importância de se formar profissionais de comunicação capazes de lidar com questões de gênero e como as redes sociais podem ser úteis no combate à exploração da mulher.

HOME         MANCHETES        BLOG FABIOTV       CONTATO        PUBLICIDADE

2007 - 2017  fabiotv.com.br - Todos os direitos reservados.